19 abr 2016

Transações de imóveis deverão aumentar 35% a 40% este ano

19 abr 2016
Voltar

Depois de um crescimento de 27,4% no ano passado, a APEMIP acredita que o investimento estrangeiro e a recuperação do mercado interno poderão levar a que as transações de imóveis aumentem 35% a 40% este ano.

Em declarações à Lusa, Luís Lima, presidente da associação, explica que esta é a previsão, «desde que não haja nenhuma asneira», numa altura em que há uma maior «credibilidade e segurança» do setor, que é visto como«estratégico na aplicação de poupanças» face à incerteza do setor financeiro.

Luís Lima falava à agência à margem da Feira de Imobiliário de Pequim, ocasião durante a qual revelou que «atualmente em Portugal, uma em cada cinco transações no imobiliário é para um investidor estrangeiro», e, por isso,«o Estado começa a ver o setor como exportação».

De acordo com o Observador, no stand da APEMIP em Pequim estão representadas a Caixa Geral de Depósitos, Millennium BCP, Novo Banco, CarpeDomus, Century21- Liberdade, Construções Gameiro Lda., Habitare Maximum e a Happy Behavior, uma iniciativa que faz parte da estratégia de internacionalização do SIL.