29 abr 2021

Venda de casas entre os dois confinamentos cresce 57%

29 abr 2021
Voltar
No 1º trimestre foram vendidas cerca de 49.600 casas em Portugal Continental, o que mostra que o volume de transacções que coincide com o segundo confinamento geral fica 57% acima dos cerca de 31.600 fogos vendidos durante o primeiro confinamento, correspondente ao 2º trimestre de 2020.

De acordo com as projeções realizadas pela Confidencial Imobiliário a partir da informação reportada pelos mediadores imobiliários ao SIR-Sistema de Informação Residencial, 

A actividade apresenta ainda uma evolução positiva face ao último trimestre de 2020, registando uma subida de 5% relativamente às 47.200 unidades vendidas nesse período.

Este desempenho foi transversal a todas as regiões, apurando-se crescimentos trimestrais de 6% das vendas de habitação nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto, bem como no Algarve.

Face ao período do anterior confinamento, as vendas aumentaram 47% na AM Lisboa, 46% na AM Porto e 76% no Algarve. No 1º trimestre de 2021, estima-se que tenham sido transacionados cerca de 17.150 fogos na AM Lisboa, 8.120 na AM Porto e 3.900 no Algarve.

Nos casos das cidades de Lisboa e Porto, em ambas o crescimento trimestral das vendas foi de 6% e o crescimento entre confinamentos de 47%. Lisboa registou 3.820 casas vendidas no 1º trimestre do ano e o Porto 2.250 unidades transaccionadas.

O preço médio de venda das casas em Portugal no 1º trimestre de 2021 ascendeu a 1.715 euros/m2, atingindo os 2.232 euros/m2 na AM Lisboa, 1601 euros/m2 na AM Porto e os 1.836 euros/m2 no Algarve. Em Lisboa as vendas atingiram um preço médio de 3.656 euros/m2 e no Porto de 2.318 euros/m2.

--

Fonte: AkiVenda (https://akivenda.pt/venda-de-casas-entre-os-dois-confinamentos-cresce-57/)
Foto: Tierra Mallorca / Unsplash